Com Caiado e Bolsonaro, impostos do litro de gasolina chegaram a R$ 2,05 em janeiro

Levantamento publicado pelo jornal O Popular nesta segunda-fera (17) mostra que os motoristas goianos pagam R$ 2,05 de impostos em cada litro de gasolina, dos quais R$ 1,40 é proveniente da alíquota de 30% do ICMS. Os três impostos federais – Pis, Confins e Cide – somam R$ 6,05.

Por conta desta alta carga tributária, a gasolina em Goiás é a quinta mais mais cara do país.

Os dados constam da última pesquisa de preços divulgada pela Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e Lubrificantes (Fecombustíveis) e são relativos à primeira quinzena de janeiro.

Na campanha  eleitoral, o governador R0naldo Caiado denunciou que a gasolina de Goiás era uma das mais do Brasil e prometeu reduzir a alíquota do ICMS caso fosse eleito.

Mais de um depois de Caiado tomar posse, a situação permanece a mesma.