Profissionais de saúde realizam ato público em defesa do HDT e dos médicos preceptores 

Entidades médicas, médicos, preceptores, residentes e pacientes realizaram na manhã desta sexta-feira (21) ato público em defesa do Hospital de Doenças Tropicais (HDT).

Desde o início do governo Caiado, os médicos denunciam que falhas no funcionamento do HDT estavam comprometendo o atendimento aos pacientes e a continuidade da residência médica no hospital.

Na última quinta-feira (20), contudo, a crise se agravou após médicos preceptores entregarem seus cargos em um ato de indignação. Em nota, foi informado que a ato ocorreu em decorrência do tratamento dado à figura do preceptor e à falta de valorização do ensino e pesquisa dentro da unidade de saúde.

Os médicos já receberam o apoio de várias entidades. Na noite da última quinta-feirs (20), o Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (Cremego) manifestou seu apoio aos residentes durante reunião entre representantes da categoria,o secretário da Saúde do Estado, Ismael Alexandrino, e diretores da OS que administra o HDT.