Orientada por José Nelto, prefeita interina de Luziânia baixa decretão e demite todos o servidores da prefeitura

A prefeita interina de Luziânia, Edna dos Santos, baixou decretão nesta quarta-feira (11) demitindo todos os servidores comissionados da prefeitura que foram nomeados antes do dia 21 de fevereiro deste ano, data sua ascensão ao cargo.

A medida foi sugerida a ela pelo deputado federal José Nelto (Podemos), que está orientando os primeiros passos da gestora no comando da administração municipal.

No decretão, a prefeita alega contenção de gastos. Segundo ela, a medida “visa a redução do custo da máquina do Poder Público Municipal”, mas foi interpretada na cidade como perseguição ao prefeito afastado Cristóvão Tormin e seus aliados políticos.

Estima-se que o número de servidores demitidos passa de 600 servidores, muitos deles atuariam em serviços sociais e de saúde.

No Samu, por exemplo, todos os servidores são comissionados.