AD

Morrinhos investiga caso suspeito de coronavírus e condena liberação de feiras

O secretário de Saúde da prefeitura de Morrinhos, André Luiz Mattos, informou que, desde a noite de sábado, a rede de atendimento municipal de atendimento trata de um caso suspeito de coronavírus. O paciente é um homem de 55 anos que toma imunossupressores e, por isso, estava com a imunidade baixa. Amostras do paciente foram enviadas para exame em Goiânia. A previsão é a de que o resultado demore de sete a oito dias para sair. Ainformação é do site Mais Goiás.

Matos afirma que o homem mora sozinho em Morrinhos e esteve em Belo Horizonte (Minas Gerais) há cerca de 20 dias. O paciente está internado, mas não entubado. Médicos que cuidam do caso dizem que há possibilidade de ser uma pneumonia. A tomografia para avaliar o pulmão do paciente já foi realizada.

Na entrevista coletiva, que aconteceu por volta das 10h30 deste domingo, o secretário criticou a decisão do governador Ronaldo Caiado (DEM) de liberar o funcionamento de feiras de hortifrutigranjeiros em Goiás.

“A minha opinião, como técnico, é a de que foi uma decisão precipitada. Em Morrinhos, temos uma feira que reúne por volta de cinco mil pessoas sempre que acontece. Nelas a gente não consegue impedir que as pessoas formem rodinhas de bate-papo. Diante da situação, só me resta pedir às pessoas que vão à feira se for estritamente necessário e que os idosos deleguem esta tarefa aos mais jovens”, disse André.