Não é piada: Caiado demite o humorista Delesmano por perseguição política

Em mais uma demonstração de coronelismo, o governador Caiado demitiu sumariamente e sem justa causa o humorista Delesmano, conhecido por fazer imitações de políticos, em especial do prefeito de Goiânia, Iris Rezende. Delesmano trabalhava na Agência Brasil Central (ABC) há três anos. Participava de programas de rádio e chegou a fazer pontas em entrevistas do governador à RBC.

O motivo da demissão: Caiado irritou-se com um áudio de humor que circulou em grupos de WhatsApp em que se falava do “Volta, Marconi!”.

Veja o decreto de demissão de Delesmano, publicado no Diário Oficial do Estado do dia 6 de abril de 2020: