Caiado esnobou e humilhou Bolsonaro, mas quem vai pagar a conta da vaidade do governador são os goianos

O governador Ronaldo Caiado esnobou e humilhou o presidente Jair Bolsonaro neste sábado (11) em Águas Lindas.

Caiado obrigou o presidente a passar álcool em gel nas mãos antes que ele, Bolsonaro, o abraçasse.

Bolsonaro não gostou do tratamento dispensado por Caiado, tanto que durante a vistoria às obras do Hospital de Campanha não disfarçou irritação e impaciência.

Caiado foi indelicado e deselegante, mas quem vau pagar a conta da vaidade do governador são os goianos.