Aparecida de Goiânia confirma primeira morte por contaminação da covid-19

A secretaria de Saúde de Aparecida de Goiânia confimou a primeira morte por coronavírus, ocorrida na manhã neste domingo (12). Trata-se de uma mulher de 45 anos, com comorbidades prévias. Ela estava internada na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) do Hospital Geral de Goiânia (HGG), com quadro clínico grave e não resistiu.

Segundo a pasta, até as 10h de hoje, o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen) atestou 99 casos com resultados negativos, 4 confirmados e 5 amostras de casos suspeitos que ainda estão em análise.

De acordo com a pasta, no último sábado (11) foram confirmados dois novos casos de covid-19 na cidade. Trata-se de um homem de 38 anos de idade, com histórico de viagem para a Espanha. Ele está em isolamento domiciliar, com quadro estável.

Com essas duas novas notificações, Aparecida de Goiânia completou quatro casos confirmados. Os anteriores referiam-se a um homem de 27 anos, que está em isolamento domiciliar, com quadro estável, e a um homem de 69 anos, que já está curado.