“Escândalo A Casa”: Justiça arquiva processo em que pastor era acusado de assédio

A Justiça goiana arquivou o processo no qual o pastor Davi Vieira Passamani, da igreja “A Casa” era acusado de assédio sexual por uma jovem de 20 anos. A informação foi divulgada em um vídeo no Instagram pelo advogado Wilson Carlos de Almeida Junior, que representa o líder religioso, e confirmada pelo jornal O POPULAR.

Davi foi acusado por jovem de 20 anos no final de março deste ano. Defesa de acusado diz que vai pedir reparação e advogado da mulher quer rever decisão.

A defesa da jovem disse que vai recorrer da decisão.