Atuação tímida de Ismael Alexandrino contribui para o avanço do coronavírus em Goiás

O fraco desempenho do secretário estadual de Saúd, Ismael Alexandrino, é uma das causas do avanço do coronavírus em Goiás nos últinos dias.

Alexandrino tem recebido uma enxurrada de críticas pode ser omitir no enfrentamento da doença, recuando de posições e não se afirmando como gestor em face da crise.

O secretário da Saúde não se impõe diante do governador Ronaldo Caiado, que o trata com desdém, a ponto de convidar o ex-ministro Mandetta para o seu lugar sem ao mesmo lhe dar satisfação.