Efeito Caiado: depois da Creme Mel, Mabel deixa Goiás para se instalar em Minas Gerais

A empresa de salgadinhos e biscoitos Mabel deve ser a próxima empresa de grande porte a deixar Goiás, seguindo o caminho já trilhado pela Creme Mel, que gerava 1,1 mil empregos diretos no estado e agora está 100% instalada em Pernambuco.

O empreendimento está de mudança para Minas Gerais, atraída pelas politica de incentivos fiscais do governo Zema. O faturamento anual da Mabel é estimado em R$ 900 milhões.

Comprada da família do ex-deputado e empresário Sandro Mabel pelo Grupo PepsiCo em 2011 por quase R$ 1 bilhão, a empresa gera 3,5 mil empregos e tem planta industrial no município de Aparecida de Goiânia, onde é uma das líderes em geração de postos de trabalho.

A saída da Mabel de Goiás tem a mesma causa da ida da Creme para o Pernambuco: a empresa está insatisfeita com a política de incentivos fiscais implantada em Goiás pelo governador Ronaldo Caiado.