Jornalista Fabiana Pulcineli se solidariza com colegas demitidos, mas se esquece de dizer que o passaralho ocorre na empresa onde trabalha

A jornalista Fabiana Pulcineli, que atua na cobertura política do jornal O Popular, usou a conta que mantém no Twitter para se solidarizar com colegas de profissão demitidos nos últimos dias.

“Minha solidariedade aos colegas do jornalismo em Goiás demitidos ou que tiveram contratos suspensos. Em momento de tanta necessidade de informação e apuração, é muito triste”, assinalou.

Pulcineli só se esqueceu de registrar que o epicentro do passaralho que se abate sobre jornalistas em Goiás ocorre no grupo empresarial comandado pela família Câmara, onde, aliás, ela trabalha.