Bicho está pegando: Hugo tem apenas um leito de UTI vago, diz site Mais Goiás

O Hospital de Urgências de Goiânia (Hugo) tem apenas um dos 57 leitos de UTI vago, de acordo com informações da Secretaria de Estado de Saúde (SES). Os dados mostram, ainda, que a unidade possui 402 leitos, dos quais 59 estão disponíveis. Além disso, a taxa geral de ocupação do hospital é de 80,75%, informou o site Mais Goiás.

A informação foi confirmada no mesmo dia em que o Hugo informou o diagnóstico positivo para o coronavírus de 28 pacientes até o dia 6 de maio. Deste total, 24 foram atestados na última semana, levando em conta que a unidade havia comunicado apenas quatro quadros até o dia 1º de maio.

Além dos pacientes, a unidade contabilizou 73 profissionais de saúde com a Covid-19. São três a mais do que o divulgado no dia 1º de maio. Entre os afastados estão enfermeiros, técnicos e auxiliares, fisioterapeutas, assistentes sociais e psicólogos.

Por meio de nota, a assessoria do Hugo informou que solicitou ao Núcleo Interno de Regulação (Nir) a transferência de todos os pacientes infectados para o Hospital de Campanha de Goiânia(HCamp). De acordo com o texto, o objetivo da medida é a regulação municipal e a liberação da vaga, “caso o perfil de atendimento seja adequado para a transferência da unidade”.

Quanto aos profissionais, o hospital ressaltou que adaptou as escalas de trabalho para atender a demanda e garantiu que o descanso legal é respeitado. A nota afirmou, também, que abriu um processo seletivo no qual se inscreveram mais de 700 pessoas para os cargos de enfermagem, técnico de enfermagem e fisioterapeuta.

Leitos em Goiás

Ainda de acordo com a SES, 68,71% dos 2.340 leitos disponíveis na rede pública do Estado estão ocupados. Entre as UTIs, são 15 leitos, ainda desocupados, para adultos e 14 para crianças.