Bolsonaro ameaça: se governador não cumprir decreto, AGU vai tomar a devida medida

Brasil247– Jair Bolsonaro disse que Advocacia-Geral da União (AGU) vai intervir para que os governadores e prefeitos cumpram o decreto assinado por ele ontem, que incluiu na lista de atividades essenciais em meio à pandemia do novo coronavírus, salões de beleza e academias.

“Se porventura o governador disser que não vai cumprir, a AGU vai tomar a devida medida. Quando qualquer um de nós achar que uma lei ou decreto está exagerado, tem a Justiça ou o parlamento. Nós definimos quais eram as profissões essenciais. Fora daquilo, os governadores e prefeitos tomam as próprias providências. Aí entra em descumprimento de uma norma. Tem a ver com descumprimento, a AGU vai se empenhar para que aquele governador cumpra o decreto”, bravateou Bolsonaro.

Governadores de diversos estados, como Ceará, Maranhão, Bahia e São Paulo, já anunciaram que as medidas de isolamento estão mantidas e que não haverá alteração no rol de atividades essenciais.