Sem argumentos e sob críticas de todos lados, caiadismo aciona gabinete do ódio para atacar quem não obedece o governador

Sob intenso fogo de críticas e uma avalanche de descontentamento com os rumos do governo em toda a sociedade e nas redes sociais, o caiadismo adotou o pior caminho como resposta: acionou o gabinete do ódio chefiado pelo jornalista Tony Carlos e operacionalizado pela servidora pública Mariana Gidrão, para atacar quem não obedece as ordens do ditador Caiado.
Resultado: a rejeição cresce ainda mais.