Caiado tenta rifar vice Lincoln Tejota, o Tejotinha, do governo com vaga no TCM

Por meio de um interlocutor, a família Tejota fez chegar ao governador Ronaldo Caiado o interesse do clã pela vaga que deve se abrir no Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) com a aposentadoria do conselheiro Nilo Resende.

A vaga é revindicada para a vereadora em Goiânia Priscila Tejota, ex-mulher do vice-goveenador Lincoln  Tejota, o Tejotinha, até como forma de recompensar o tejotismo, que teria tido papel importante na campanha e não foi contemplado com cota de cargos no governo nem emplacou ninguém na equipe de auxiliares de Caiado.

Caiado recebeu o recado e devolveu: a vaga no TCM está à disposição da família Tejita, desde que o nome a ser indicado seja o do vice Tejotinha, dando a entender que gostaria se ver livre dele no governo.

Pai de Tejotinha, o conselheiro do TCE Sebastião Tejota, o Tejotão, recusou a proposta e mandou recado malcriado a Caiado: o governador vai ter que aguentar o vice até o último dia do governo.