Cremego se posiciona contra isolamento social e defende uso da Cloroquina

O Conselho Regional de Medicina do Estado de Goiás (CREMEGO) manifestou, neste domingo, o posicionamento da entidade a favor da Cloroquina no tratamento de COVID-19. O conselho também é contra o isolamento social ao passo que defende todas as medidas de proteção de higiene, distanciamento social e uso de equipamentos de proteção para todas as pessoas.

O Cremego, em live no Instagram com o jornalista Alexandre Garcia, colocou no ar a opinião do diretor científico da entidade, Waldemar Amaral, que afirmou com todas as letras:

“A cloroquina é um medicamento de excelência e amplamente prescrito pelos médicos, que virou um evento político. Aqui em Goiás, há médicos que também são professores da Universidade Federal de Goiás (UFG), que prescrevem a cloroquina e são claros ao afirmar que o medicamento tem pouquíssimos ou quase nenhum efeito colateral.”

O presidente do Cremego, Leonardo Reis, comentou numa entrevista ao jornal O Popular que concorda com o que diz o colega diretor científico do Conselho em Goiás quanto ao uso da cloroquina e da Hidroxicloroquina para tratar a COVID-19, todavia apenas com a prescrição médica, e disse ainda que os tais medicamentos nunca devem ou deveriam ser usados como palanque de quem quer que seja.