Vítor Hugo dançou: Bolsonaro trocará líder da base na Câmara dos Deputados

O Estadão inf0rma que o líder do governo na Câmara, deputado Vitor Hugo (PSL-GO), deve perder cargo nos próximos dias para atender Centrão. O ministro da Secretaria de Governo da Presidência da República, Luiz Eduardo Ramos, afirmou que a troca acontecerá atender a nova base de apoio do presidente no Congresso.

A indicação deve ser feita pelo líder do Progressista (ex-PP), deputado Arthur Lira (AL). Até agora, os nomes cotados são os dos deputados Ricardo Barros (Progressista-PR), que foi líder no governo de Fernando Henrique Cardoso, João Roma Neto (PRB-BA) e Hugo Mota (PB).

O Centão alega que Arthur Lira já é o líder informal do governo, já que demonstrou esforço para defender o governo diante da resistência do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), de retirar da pauta o adiamento do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

“Não posso acreditar nesse ministro (Abraham Weintraub, da Educação)”, disse Maia ao informar que iria pautar com urgência o projeto de prorrogação do Enem se Bolsonaro não se comprometesse publicamente com o adiamento.

“Vossa Excelência tem todo direito de esperar a posição do presidente da República, claro, mas se o ministro já comunicou a portaria em nota oficial a votação perde o objeto. Vai votar uma coisa que está resolvida”, rebateu Lira, enquanto o líder atual do governo não se pronunciou.

Outra função de líder do governo tem sido executada pelo deputado Arthur Lira. Nos últimos dias, o deputado tem feito reuniões para buscar aumentar o apoio do governo no Congresso.