Iporá: campanha eleitoral antecipada transfere sargento do GPT

Faltando alguns meses para o início da campanha para prefeito de Iporá/GO, forças políticas já estão se movimentando nos bastidores para atrapalhar ou tumultuar o cenário nas eleições 2020. O 2º Sargento Wagner do GPT (Grupo de Patrulhamento Tático), com grande folha de serviços prestados à comunidade na coordenação e ação direta na repressão de crimes, assaltos, tráfico de drogas, está sendo transferido do município

A decisão do governo de Goiás, ao qual a Polícia Militar está subordinada, atendeu pedido a um pré-candidato a prefeito do mesmo partido do governador Ronaldo Caiado. Em suas folgas, o sargento Wagner faz a segurança do atual prefeito Naçoitan Leite, opositor de Caiado. Naçoitan e Wagner são amigos e o sargento será prejudicado pela sua amizade, sendo vítima de odiosa perseguição política.

Durante o período que esteve no comando do GPT, o sargento Wagner coordenou diversas ações que resultaram na prisão de assaltantes, ladrões e traficantes, sendo condecorado e premiado pelo seu trabalho. Construiu com parceiros a sede do GPT sem custo para a Polícia Militar.

O trabalho no GPT dirigido pelo sargento Wagner é respeitado e reconhecido na cidade e garante a tranquilidade que a cidade vive há muitos anos. Sua transferência impacta diretamente na sua promoção dentro da corporação. A classe comercial e os produtores rurais que sentiram a melhoria no combate ao crime estão indignados com a transferência do militar.