Bruno Peixoto prega paz e amor na Assembleia…. mas agora, quando surgem denúncias no governo Caiado?

O deputado Bruno Peixoto (MDB), mudou o discurso de arrogância de  líder do governo e agora pedir calma e harmonia entre os deputados na Assembleia Legislatriva.
Peixoto usou a palavra após acompanhar vários discursos de outros deputados que defenderam a convocação do secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda, e de Jorge Caiado, primo do governador Ronaldo Caiado (DEM) e até abertura de CPI para investigar a denúncia de grampo e desvio de verbas públicas.
Peixoto defendeu que os colegas não façam juízo de valor sobre denúncia trazida por parlamentares da oposição acerca de áudio-bomba que circula nas redes sociais, em que Jorge Caiado acusaria Rodney Miranda de grampear seu telefone e por suposto desvio de recursos do Corpo de Bombeiros, praticado pelo auxiliar do governador.

Bruno propôs convidar o secretário de Segurança Pública para se explicar, na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), ou na Comissão Mista, e disse que o momento deve ser de harmonia entre os poderes. “Estamos vivendo um momento de pandemia, com um aumento significativo de casos do novo coronavírus. Estamos preocupados com vagas de leitos de UTIs. Num momento como este temos que ter muita sabedoria e prudência. Antes de incendiar e instabilizar qualquer parte do Governo,vamos ouvir as partes”, argumentou.

Ao final de sua manifestação, o líder do Governo solicitou ao presidente da CCJ deputado Humberto Aidar (MDB), para formalizar o convite ao secretário de Segurança Pública.

Não colou.