Caiado flexibiliza equipe de governo com “cabeças” de outras correntes políticas

Sem quadros para governar, Caiado “flexibilizou” e está recrutando gente ligada a outras correntes políticas de Goiás para compor a sua equipe auxiliares.

O primeiro exemplo disso foi nomeação da ex-senadora Lúcia Vânia para a Secretaria de Desenvolvimento Social.

Outro exemplo é do auditor fiscal Adonídio Vieira Júnior, ex-marconista e braço direito de João Furtado na antiga Secretaria da Fazenda, que deve substituir Wilder Morais na Secretaria de Indústria e Comércio.

Agora, Caiado buscou fora de seus apoiadores de campanha na área de segurança o delegado Daniel Felipe Diniz Adorni.

Adorni vai dirigir a Escola Superior da Polícia Civil.

O delegado foi uma das estrelas do plano de governo de Daniel Vilela (MDB).

Adorni coordenou com brilhantismo o projeto de segurança e seu nome aparece com destaque entre o colaboradores na elaboração do plano de governo de Vilela.

Sinal, enfim, que Caiado abriu a cabeça, passou a valorizar os talentos goianos e está arregimentando bons nomes para o governo.