Paço recorre de liminar que suspendeu reabertura do comércio na capital

Após suspensão pela Justiça do decreto de flexibilização do comércio, a Prefeitura de Goiânia protoclou nesta segunda-feira (22) recurso para reverter a decisão.

No recurso, a prefeitura argumenta que o plano de flexibilização “foi elaborado em conformidade com a Nota Técnica emitida pela Secretaria Municipal de Saúde”, respaldados por técnicos que demonstraram “indicadores, justificativas e fórmulas de cálculos, bem como gráficos informativos e dados de ocupação de leitos”.

Ainda, ressaltou que a decisão que determinou liminarmente a suspensão do decreto causou risco de lesão à ordem pública e administrativa.