Caiado não fez o dever de casa, não preparou o estado para enfrentar o pico da pandemia e agora sacrifica a população com o lockdown

O lockdown decretado pelo governador Ronldo Caiado foi motivado por falta de leitos UTI.

Logo, se Caiado tivesse feito a parte dele e construído hospitais de campanha, não faltaria UTIs.

Como Caiado, ao longo de quatro meses não fez o dever de casa e não preparou o estado para o pico da pandemia, agora sacrifica o comércio e as indústrias – e, por consequência, a população de Goiás.

Ou seja, quebra empresas e provoca demissões por não ter dado conta de fazer a parte dele.

Por culpa de Caiado, os goianos vão ter que pagar a conta porque ele não fez o que deveria.

Fechar comércio foi a única coisa que ele deu conta de fazer.

No período de isolamento social, quantas UTI foram montadas pelo governo e pelas prefeituras? Porque se não estivesse faltando UTI, não precisaria de lockdown.

Mais uma vez a população é sacrificada por causa da falta de planejamento e pela incompetência política do governo esradual.