Vai e vem de decretos expõe falta de planejamento do governo e deixa população perdida

Noite de segunda-feira (29), quase 21h30, e os comerciantes e população em geral não sabiam o que poderia abrir e o que estaria proibido de fechar nesta terça-feira. O governador Caiado teve sexta, sábado e domingo para editar um novo decreto, mas enrolou, deu coletiva na manhã de segunda e só foi publicar o texto quase no final da noite. É só mais um exemplo da falta de planejamento que tomou conta do governo no enfrentamento da pandemia.

População, comerciantes, empresários ficam a ver navios e esperando a cada dia uma nova medida de Caiado. Além do elemento surpresa, Caiado adiciona o componente do autoritarismo. O governador não costuma dialogar com a sociedade civil, dirigentes, sindicatos. Suas decisões são apenas comunicadas. Não há debate republicano.

O resultado isso tudo é um clima de incerteza, que só aumenta a angústia em tempos tão difíceis. O governo de Caiado precisa ter mais responsabilidade e firmeza na gerência da crise.