AD

Coronavírus: Aparecida de Goiânia já realizou mais de 24 mil testes RT-PCR

Aparecida de Goiânia tem ampliado as testagens para Covid-19 e é campeã em número de exames feitos por uma prefeitura em Goiás. Somente na última quinta-feira, 2, foram realizados 1.153 testes RT-PCR, considerado pelos especialistas o mais eficaz para diagnóstico da doença na fase aguda.

Os exames foram realizados nas três UPAs da cidade (Brasicon, Buriti Sereno e Flamboyant) e no drive thru no Centro de Especialidades (Jardim Boa Esperança).

Ao todo, foram realizados desde o último 22 de abril até este domingo, 5, mais de 24 mil testes RT-PCR. Desde o último 23 de abril, a média diária de testagens no município era de 307 pessoas, porém, no início da última semana esse número chegou a mais de 700 por dia até atingir o recorde de 1.153 testagens realizadas em 2 de julho. Além disso, foram realizados 1.400 testes rápidos já aplicados num inquérito populacional.

A testagem ampla é elemento crucial da estratégia municipal de enfrentamento ao Coronavírus, que segue diretrizes da Organização Mundial de Saúde (OMS) e tem três eixos fundamentais: testar, isolar os casos positivos e cuidar dos doentes com eficácia. Esse recorde de testes reflete no aumento de casos positivos na cidade.

Maior demanda e mais acesso aos exames

O prefeito Gustavo Mendanha ressalta que o aumento na demanda por testagens, que são processadas num laboratório conveniado à SMS, é um reflexo, também, da ampliação do acesso ao exame: “Começamos realizando coletas para o RT-PCR nas UPA’s e depois abrimos o Drive Thru na área externa do Centro de Especialidades. Agora, estamos trabalhando a ampliação do serviço para outros pontos”.

O prefeito lembra que os números da testagem da população em Aparecida superam os da maioria das cidades brasileiras e são dados indispensáveis para conhecer a situação da doença no município e, “a partir disso, projetar a ampliação do número de leitos de UTI’s e enfermarias e aprimorar as estratégias para estruturar o sistema de saúde e proteger a população”.

O secretário de Saúde, Alessandro Magalhães, que também preside o Comitê de Prevenção e Enfrentamento à Covid-19 em Aparecida, salienta que, com muito rigor científico, foram analisados cenários no Brasil e principalmente no exterior para criar a estratégia de enfrentamento no

Testagem ampla tem se mostrado muito importante para que tenhamos sucesso no enfrentamento à pandemia

“Até a última quinta-feira, 2 de julho, já tínhamos feito mais de 19 mil RT-PCRs na população. Isso dá uma média de 33 exames para cada mil habitantes, número que supera a Coréia do Sul, um exemplo de testagem. Dessa maneira, temos evitado o colapso dos leitos de UTI, mantendo, até o momento, uma taxa de ocupação em torno de 55% porque temos conseguido evitar o agravamento de muitos casos e o aumento da transmissão do Coronavírus. A testagem ampla tem se mostrado muito importante para que tenhamos sucesso no enfrentamento à pandemia”, disse o secretário.

Quem pode fazer o exame

Segundo critérios técnicos da SMS, os testes RT-PCR de Covid-19 são destinados a pessoas com sintomas gripais acrescidas de desconforto respiratório e em pessoas com sintomas gripais leves que sejam dos seguintes grupos: idosos, trabalhadores de serviços de saúde, trabalhadores de segurança pública, portadores de comorbidades agravantes para o Coronavírus e contatos intradomiciliares de casos confirmados.

Além disso, profissionais de saúde que tenham tido contato com casos confirmados, independentemente dos sintomas, também são testados. Os exames são solicitados por médicos, após consulta em qualquer unidade da rede pública, ou mediante ligações no 0800-646-1590. Nas UPAs, as coletas ocorrem todos os dias da semana, 24h por dia, e no Drive Thru, de segunda a sexta-feira, das 8h às 16h. Os resultados saem em até 48 horas e quando são liberados os pacientes recebem uma mensagem via WhatsApp com código e senha para acessar o site e baixar o resultado.

150 leitos exclusivos para tratamento da Covid-19

Para reforçar o combate à pandemia do Coronavírus, a Prefeitura de Aparecida de Goiânia mais que dobrou o número de Unidades de Tratamento Intensivo (UTI’s) da rede pública. O secretário de Saúde, Alessandro Magalhães, explica como estão distribuídos os novos leitos hospitalares exclusivos para tratamento da Covid-19.

“No HMAP temos 60 UTI’s e 60 semi-UTI’s. Outros 10 respiradores entrarão em funcionamento pelos próximos dias. No Hospital do Garavelo são 13 UTI’s para pacientes do SUS. No Hospital São Silvestre adquirimos três leitos. Tudo isso totaliza os 146 citados pelo prefeito e agora vamos receber mais 4 respiradores que foram recuperados pelo SESI-SENAI de Aparecida, totalizando 150 leitos em Aparecida para tratamento da Covid-19″, detalhou o secretário