Jornal Opção: Demóstenes afirma que fim do foro privilegiado aumentará a ‘balbúrdia’ no país

O ex-senador e advogado Demóstenes Torres afirmou ao Jornal Opção que a aprovação da PEC que acaba com o foro privilegiado vai aumentar a balbúrdia no país. “Imagina terminar com foro de promotor, procurador, prefeito, desembargadores e ministros. Teremos uma confusão imensa no direito brasileiro. E isso não é algo que está distante, basta eles decidirem votar o parecer que já está pronto”.

“O Senado aprovou uma PEC que acaba com todo tipo de prerrogativa de foro, sobrando apenas presidente do Supremo Tribunal Federal, presidentes da Câmara e do Senado, e presidente da República”, afirmou Demóstenes. A matéria agora será votada na Câmara dos Deputados.

O deputado Efraim Filho, do Democratas da Paraíba, foi o relator, na Comissão de Constituição e Justiça, da admissibilidade da proposta  na Câmara. Para ele, há um número exagerado de autoridades com foro privilegiado – aproximadamente 54 mil pessoas –, o que remete à impunidade.

“Os senhores acham que a Câmara e o Senado, feridos pelo Supremo terão compaixão com esses ministros? Vai nada, e aí eu quero ver como isso funcionará, pois teremos um novo Brasil. Mas será um novo Brasil completamente bagunçado”, dispara Demóstenes.