Depois de errar feio na projeção de óbitos da covid em Goiás, professor da UFG não dá o braço a torcer e ataca imprensa

Depois de apontar 18 mil mortes da covid-19 para Goiás, o professor da UFG Thiago Rangel refaz os cálculos e agora diz que os óbitos ficarão entre quatro e seis mil.

Segundo ele, o pior cenário não se concretizou. “Estamos em uma trajetória intermediária. Fica em torno de quatro a seis mil óbitos no final de setembro”, declarou.

Mesmo depois errar feio e expor a UFG ao descrédito, Rangel, que está sedo chamado de ‘professor Borboleta” nas redes sociais, não dá o braço a torcer.

“A mídia raivosa e politizada tem escrito matérias em pseudojornais online que as projeções estão muito erradas. As projeções permanecem. Aquele cenário que prevê 18 mil mortes no final de setembro era o caso extremo”, disse.

Ah, bom!