Vítima de covid-19, morre em Goiânia padre Alaor Rodrigues

O Padre Alaor Rodrigues, da Páróquia Nossa Senhora de Fátima, morreu em Goiânia vítima de complicações causadas pela Covid-19. Ele tinha 80 anos e estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Estadual Governador Otávio Lage (Hugol) há 20 dias. O vigário foi enterrado no Cemitério Jardim das Palmeiras.

Em nota, a Catedral Metropolitana de Goiânia afirmou que Alaor “sempre foi um sacerdote muito atuante por onde passou, sobretudo na defesa dos pobres e da casa comum, que é o nosso meio ambiente”.

A Arquidiocese de Goiânia também se manifestou, celebrando os 50 anos de sacerdócio do padre e sua luta em defesa da vida e do meio ambiente. “Ele foi sempre incansável defensor da vida, do Evangelho, da justiça, da paz e da preservação ambiental.

Confira abaixo as notas da Catedral Metropolitana e da Arquidiocese de Goiânia.

“Catedral Metropolitana de Goiânia

Comunicamos com pesar o falecimento do nosso querido Pe. Alaor Rodrigues. Há semanas ele vinha lutando contra a covid-19, mas infelizmente não resistiu. Pe. Alaor sempre foi um sacerdote muito atuante por onde passou, sobretudo na defesa dos pobres e da casa comum, que é o nosso meio ambiente. Em 5 de dezembro do ano passado, ele celebrou na Catedral Metropolitana de Goiânia, os seus 80 anos de vida e 50 de sacerdócio. Na ocasião, a Catedral lotou de muitos amigos e familiares de diversas partes do Brasil.”

 

Catedral Metropolitana de Goiânia

“Nota da Arquidiocese de Goiânia

É com grande pesar que comunicamos o falecimento do Pe. Alaor Rodrigues Aguiar, aos 80 anos, com 50 anos de missão sacerdotal. Colaborador na Igreja de Goiânia, desde o início da nossa arquidiocese, foi sempre incansável defensor da vida, do Evangelho, da justiça, da paz e da preservação ambiental.

Que a certeza de que a luz de Cristo o guiará até a Casa do Pai, traga consolo aos seus familiares e amigos.”

 

Arquidiocese de Goiânia