Com R$ 6,8 bilhões, Bradesco tem o maior lucro da América Latina no 1º semestre

Em meio à pandemia do coronavírus, os bancos Bradesco e Itaú tiveram ganhos de R$ 13,7 bilhões e ficaram no topo da lista das empresas mais lucrativas no primeiro semestre de 2020, segundo levantamento da Economática, empresa de dados financeiros e tecnologia. O Bradesco fechou o semestre com lucro de de US$ 1,257 bilhão (R$ 6,888 bilhões), superando o Itaú, que teve ganho de US$ 1,246 bilhão (R$ 6,825 bilhões).

Na outra ponta, sob gestão do governo Jair Bolsonaro e tutela de Roberto Castello Branco, a Petrobras registrou prejuízo de US$ 9,4 bilhões (R$ 51,5 bilhões), o maior entre todas as 582 empresas pesquisadas em toda a América Latina.