IBGE aponta Aparecida de Goiânia entre as cidades mais populosas do Brasil

Aparecida de Goiânia se tornou um polo industrial, empresarial e universitário, sendo também uma das principais locomotivas do desenvolvimento econômico e social do Estado de Goiás. Fator que explica o porquê do crescimento populacional do município, que reúne condições importantes para se tornar uma das cidades metropolitanas mais fortes do Brasil.

“A localização geográfica de Aparecida, no Centro-Oeste do país, associada a investimentos públicos de infraestrutura, mobilidade urbana, modernização da saúde e educação, são fatores que tem contribuído para o melhor desempenho da cidade, como no aspecto de desenvolvimento social. Isso explica o porquê de pessoas de outras regiões do país estarem vindo para nossa cidade em busca de emprego e qualidade de vida”, explica o prefeito Gustavo Mendanha ao fazer referência a estimativa de habitantes da cidade divulgada nesta quarta-feira, 28, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo a pesquisa, a cidade mais populosa de Goiás continua sendo Goiânia (capital) com 1,5 milhão de habitantes, seguida de Aparecida de Goiânia com 578 mil habitantes, e Anápolis com 386 mil habitantes. A pesquisa revela também que Aparecida é o único município goiano com mais de 500 mil habitantes (com estimativa de 578.179 mil habitantes) e está entre as 25 cidades brasileiras com população de mais de meio milhão de habitantes, exceto capitais.

O relatório reúne também dado populacional de outros 245 municípios goianos, com data de referência em 1º de julho de 2019. Estima-se que Goiás tenha 7,018 milhões de moradores e uma taxa de crescimento populacional de 1,4% entre 2018 e 2019, de acordo com a Projeção da População (Revisão 2018).

“Temos uma história de 97 anos de fundação e vamos completar 56 anos de emancipação política em 15 de novembro. E a nossa trajetória de crescimento, em número de habitantes, imóveis, condomínios, shoppings, comércios, indústrias e empresas de grande porte tem atraído cada vez mais pessoas para se fixarem por aqui. Somos a cidade da vez, que está consolidando sua importância a nível nacional, e tenho a certeza que vamos avançar muito mais”, destacou Gustavo Mendanha informando que investirá até o fim da gestão, cerca de R$ 400 milhões em obras.

Para o prefeito, o progresso da cidade depende da construção de projetos inteligentes e que melhorem a qualidade de vida das pessoas. “Estamos investindo em infraestrutura, educação, modernização da saúde pública e na construção da Aparecida que queremos. Um projeto executado com inteligência para o presente e o futuro dos cidadãos”, pontuou o prefeito ao comentar a pesquisa e citar o projeto Cidade Inteligente, que está em fase de implantação e já foi premiado nacional e internacionalmente.

Avaliação

Segundo informações do IBGE, as estimativas populacionais municipais são utilizadas pelo Tribunal de Contas da União (TCU) no cálculo dos Fundos de Participação de Estados e Municípios e são fundamentais para o cálculo de indicadores econômicos e sociodemográficos. A divulgação anual obedece ao artigo 102 da Lei nº 8.443/1992 e à Lei complementar nº 143/2013. As populações dos municípios foram estimadas por um procedimento matemático e são o resultado da distribuição das populações do estado, projetadas por métodos demográficos, entre seus diversos municípios.