“Vamos dar dinâmica à cidade, sem deixar ninguém pra trás, fazendo uma saúde pública de qualidade”, diz Vanderlan

“O que nós queremos para Goiânia é desenvolvimento, sem deixar ninguém para trás. E para isso, a saúde pública precisa funcionar muito bem”, afirmou Vanderlan Cardoso (PSD) no programa eleitoral desta terça-feira, 13/10. Segundo ele, é uma humilhação o cidadão saber que existe um tratamento para a doença de um familiar, mas não poder usufruir, porque é caro demais. “A saúde pública precisa funcionar na prevenção, na assistência básica, mas também no atendimento de alta complexidade”.

O consultor Wellington Pereira de Oliveira disse que às vezes até consegue uma consulta e é bem atendido, mas lembrou que o tratamento precisa dos exames e na rede pública a fila é muito grande e na rede privada é muito caro. “Vamos trazer novas soluções para a gestão. Um exemplo é a ampliação da nossa capacidade de realização de exames tendo, além da estrutura que já temos, a compra de exames adicionais em equipamentos da rede privada”, pontuou Vanderlan

O candidato a prefeito de Goiânia pelo PSD destacou ainda que, com a compra de serviços em grandes volumes e usando-os nos momentos em que esses equipamentos estão com taxas de ocupação menores, será possível pagar preços mais baixos e a prefeitura terá capacidade econômica para enfrentar as filas. “É assim que faremos, honrando nosso passado, colocando novos olhares e enfrentando o que precisa ser enfrentado”.

Na saúde básica e preventiva, Vanderlan vai implantar o programa remédio em casa, para pacientes com doenças crônicas que utilizam medicamentos de uso contínuo, como já fez em outras gestões. O candidato ainda se comprometeu em modernizar a estrutura da rede municipal de saúde, com a ampliação da cobertura de atendimento do Programa Saúde da Família, equipando os agentes de saúde.

Outro compromisso do candidato da Coligação Goiânia em um Novo Momento é reestruturar o Imas, Instituto Municipal de Saúde, com aumento da sua rede conveniada. Além de outras propostas, como a implantação do Hospital Municipal da Criança e o apoio municipal à Santa Casa. “Vamos dar dinâmica à cidade, sem deixar ninguém pra trás, fazendo uma saúde pública de qualidade, moderna e pronta os desafios que temos pela frente”, concluiu Vanderlan.