Grupom: Maguito cresce, Vanderlan cai e candidatos estão empatados tecnicamente

O candidato a prefeito de Goiânia Varderlan Cardoso (PSD) está em situação de queda na diferença contra o seu principal concorrente, Maguito Vilela (MDB). A terceira rodada do Instituto Grupom divulgada nesta quinta-feira, 29, mostra a diferença, que era de 11,5 pontos na primeira rodada do dia 09 de outubro, cair para quatro pontos. Se as eleições fossem hoje, Vanderlan teria 25,4% dos votos. Já Maguito Vilela aparece no levantamento com 21,4% e Adriana Accorsi com 10,3% das intenções de votos.

Outros 6,3% não souberam ou não avaliaram e 11,9% declararam que votariam branco ou nulo.

No primeiro levantamento, o pessedista tinha 27,6% e Maguito 16,1%; Adriana Accorsi (PT) tinha 13%. No levantamento do dia 20/10, o candidato do PSD aparecia com 28,9% dos votos, enquanto o emedebista registrava 21,9%. Já Adriana aparecia com 11,6% de votos estimados. Isso mostra que só o emedebista oscilou acima da margem de erro nesse período.

Na pesquisa espontânea, Vanderlan Cardoso aparece com 22,4% das intenções votos, seguido por Maguito Vilela com 18,7% e Adriana Accorsi aparece em terceiro lugar com 8,1%. Já 26,2% não souberam ou não avaliaram e 12,6% declararam que votariam branco ou nulo.

A pesquisa também perguntou sobre a possibilidade de mudança do voto e 16,1% responderam que estão firmes e decididos com candidato escolhido. Já 65,2% dos entrevistados disseram que tem um segundo nome para mudar o voto. Outros 6,8% não souberam ou não avaliaram e 11,9% votariam branco ou nulo.

Rejeição e 2º turno

O Grupom também perguntou em quem o eleitor não votaria na disputa eleitoral deste ano e Maguito Vilela lidera com 25,2% de rejeição. Em seguida, aparece Major Araújo com 23,2%. Adriana Accorsi aparece com 15,9% e Vanderlan Cardoso registra 15,1% de rejeição.

Em um possível segundo turno entre Vanderlan Cardoso e Maguito Vilela, 43,1% dos entrevistados afirmaram que votariam em Vanderlan, enquanto Maguito seria o escolhido de 37,6%. Já 3,6% não avaliaram ou estão indecisos e 15,6% votariam branco ou nulo.

Na possibilidade de haver 2º turno entre Vanderlan Cardoso e Adriana Accorsi, 49,6% dos entrevistados votariam no candidato do PSD, enquanto 33% votariam na petista. Outros 3,5% não avaliaram ou estão indecisos e 13,9% votariam branco ou nulo.

O levantamento foi realizado entre os dias 25 e 28 de outubro e ouviu 603 pessoas. A margem de erro é de quatro pontos percentuais para mais ou para menos e o índice de confiança é de 95%. Registros da Pesquisa: Protocolo nº – GO-01822/2020.

(Matéria do site Poder Goiás)