“Goiânia não pode e não merece parar. Vamos entregar o que tem de ser entregue”, diz Vanderlan

Vanderlan Cardoso (PSD) defendeu neste sábado, 31/10, que todas as obras em andamento na cidade são necessárias, tendo em vista a expansão da cidade e melhorias na mobilidade urbana. O candidato fez o compromisso de priorizar a finalização, em respeito ao dinheiro público e ao legado do prefeito Iris Rezende (MDB).

“Meu principal objetivo como prefeito de Goiânia é cuidar das pessoas, garantindo qualidade de vida a todos, sem distinção, com projetos para educação, saúde, cultura e lazer, infraestrutura e desenvolvimento econômico, com geração de emprego e renda. E eu sei como fazer a cidade avançar”, afirmou Vanderlan.

O Plano de Governo da Coligação Goiânia em um Novo Momento conta com o projeto Infraestrutura e Mobilidade Urbana Sustentável, Estratégico e Integrado para a cidade, tudo pensado para as “pessoas em movimento”. De acordo com o candidato, pensar a cidade significa, prioritariamente, pensar na qualidade de vida das pessoas.

Vanderlan acredita que o Complexo Viário da Jamel Cecílio é uma intervenção arrojada e urgente, que envolve bairros populosos. Outra obra importante é a expansão da Avenida Leste-Oeste, um eixo projetado para fazer a ligação contínua entre a rodovia GO-403, na divisa com Senador Canedo, e a divisa com Trindade, por onde vão passar milhares de pessoas.

Já o Terminal Isidória, que faz parte do sistema BRT Norte-Sul e vai ligar a capital a Aparecida de Goiânia, vai facilitar a vida do usuário do transporte público. A obra beneficiará 150 bairros e 120 mil passageiros por dia. “Temos de pensar no que vem depois da obra, que é, por exemplo, mais ônibus, mais médicos e outras necessidades”.

Outro projeto que Vanderlan quer iniciar e concluir as obras nos primeiros anos do mandato é implantação do anel viário metropolitano, para desafogar o trânsito na região. “Uma cidade como Goiânia não pode mais ficar sem um anel viário. E não é só uma intervenção no trânsito, muita coisa boa vem junto, como indústrias e desenvolvimento social”

Gestão eficiente

O candidato Vanderlan Cardoso ainda exemplificou que gerir uma cidade do tamanho de Goiânia, que envolve também outros municípios da região metropolitana, está intimamente ligado à efetivação e integração das políticas de transporte público, trânsito, infraestrutura viária, meio ambiente e cultura cidadã.