Em nota, Daniel e MDB repudiam ameaças contra o candidato do partido em Goianésia

NOTA DE REPÚDIO

O MDB Goiás repudia com veemência a declaração do servidor público comissionado da Prefeitura de Goianésia Efraim Nunes Furtado, lotado no Departamento de Patrimônio da Gestão, que tem circulado pelas redes sociais.

Em um áudio compartilhado em um aplicativo de mensagens, o servidor profere palavras de ódio e faz ameaças ao candidato a prefeito do MDB na cidade, Pedro Gonçalves, e ao ex-prefeito e empresário Otávio Lage Filho, o Otavinho. O assessor insinuou que estaria disposto a dar um tiro em Otavinho e Pedro Gonçalves.

Solicitamos às autoridades competentes atenção às ameaças, de forma a garantir a integridade do candidato do MDB e do ex-prefeito Otavinho, bem como o transcurso natural da eleição em Goianésia. Consideramos inconcebível que um servidor público – bem como qualquer cidadão – se manifeste sobre o debate político neste nível.

O MDB repudia qualquer tipo de violência verbal ou física e pede uma campanha limpa, com discussões pautadas em ideias e propostas.

Daniel Vilela
Presidente do MDB em Goiás