Cidadania não emplaca e Tejotinha experimenta fiasco eleitoral em Goiás

O Cidadania, partido do vice-governador Lincoln Tejotinha, foi um dos maiores fiascos eleitorais em Goiás.

Além do desempenho fraco no interior – perdeu, por exemplo, a reeleição de Matheus Félix em Santa Cruz de Goiás -, a legenda fracassou feio com Virmondinho Cruvinel na disputa pela prefeitura de Goiânia.

Tejotinha não conseguiu eleger sequer a própria ex-esposa, Priscilla Tejota, na Câmara de Goiânia.

E mais: por não cumprir a regra das cotas de gênero, o partido foi punido pela Justiça Eleitoral e o vereador eleito na capital, Marlon dos Santos, não assumirá o mandato.

Com o Cidadania na condição de nanico, Tejotinha vai ter muitas dificuldades para reemplacar a vice na chapa de Caiado em 2022.