Livio Luciano: “Se não fosse Caiado, a campanha de Vanderlan estaria perdida”

Veja abaixo matéria do site da Sagres 730:

O presidente do DEM metropolitano, Lívio Luciano, analisou em entrevista à Sagres 730 nesta terça-feira (24), o cenário do segundo turno das eleições municipais em Goiânia. Para ele, a utilização da imagem de Iris Rezende por Maguito Vilela, tem influenciado nas intenções de voto. E se não fosse a presença do governador Ronaldo Caiado na campanha de Vanderlan, estaria “irremediavelmente perdida”.

“Uma coisa tem que ser dita, a influência do nosso adversário tem crescido muito em função da influência indireta a utilização da imagem de Iris Rezende na campanha dele, até pela questão partidária e tudo mais. A gente sabe, que o prefeito Iris Rezende e o governador Ronaldo Caiado são puxadores de voto dentro da cidade de Goiânia”, afirmou. “Agora o que nós podemos dizer é que a presença do governador tem ajudado sem dúvida nenhuma, se não fosse a presença do governador, imagino que situação nossa estaria irremediavelmente perdida”, completou. Segundo Lívio Luciano, esta é uma eleição atípica, onde estratégias tiveram que ser repensadas.

“Tem todo um redimensionamento de campanha, de estratégias, então fica mais difícil de calibrar o discurso certo, as ações corretas e fazer as contraposições. Então é uma campanha realmente difícil que o Vanderlan vem enfrentando nesse sentido”, ressaltou. “E agora no segundo turno, ficando o Vanderlan e o Maguito, eu vejo que ficou ainda mais difícil, porque é mano a mano”. O presidente do DEM, destacou que existe um quadro de comoção que beneficia o candidato Maguito Vilela.

“A impossibilidade do candidato estar presente nas ações e nos debates, se torna uma campanha difícil, e a vitória não será fácil. Existe um quadro de comoção, as pesquisas qualitativas mostram isso, tantas famílias que foram afetadas pela doença (covid-19), e evidentemente essa comoção de certa forma beneficia o candidato Maguito Vilela”. O candidato a prefeito Maguito Vilela (MDB), está com vantagem de 14,6 pontos percentuais para Vanderlan Cardoso (PSD) no 2º turno da eleições 2020, em Goiânia, de acordo com pesquisa Serpes divulgada pelo jornal O Popular nesta segunda-feira (23). Segundo o levantamento, Maguito aparece com 43,9% das intenções de voto, contra 29,3% de Vanderlan.