Plano de vacinação contra a covid-19, em Goiás, está adiantado

Veja matéria do Jornal Opção:

Goiás possui um plano de vacinação adiantado para, assim que as primeiras doses da vacina contra a Covid-19 forem disponibilizadas, atender aos goianos. Em relação aos insumos, já foi feita a aquisição de 2,5 milhões de seringa e agulhas, o que garante a cobertura de 1/3 da população.

Segundo a superintendente em Vigilância em Saúde da Secretaria Estadual de Saúde (SES-GO), Flúvia Amorim, já está previsto o envio de insumos pelo governo federal, mas a gestão estadual optou pela compra para garantir que não falte o material em caso de desabastecimento, por exemplo.

Outra medida necessária para o plano de vacinação diz respeito à necessidade de ampliação da rede de frios, que são as geladeiras para armazenamento da vacina com gerador. “A ideia é ampliar a capacidade de armazenamento em cinco regionais, para evitar a dependência de Goiânia”, detalha Flúvia.

De acordo com a superintende da SES, a logística para armazenamento e distribuição estão adiantadas, a parte de aplicação concluída e as câmaras frias estão bem encaminhadas. No entanto, ainda não é possível falar em quantidades de doses e datas de vacinação.

“Isso depende muito de qual vacina vai vir, temos quatro possibilidades no radar. Isso vai influenciar muito na quantidade porque passa pela capacidade de produção do laboratório”, argumenta Flúvia. Só então, será confirmados quem vai receber a vacina primeiro.

A priori, o primeiro grupo a ser vacinado será o mesmo do Reino Unido, que abrange idosos acima de 75 anos, profissionais de saúde e moradores de asilos. Depois, a vacinação deve ser ampliada para grupos de doentes crônicos.