Acusado de fraude, Sandes Júnior pode não assumir mandato de vereador em Goiânia

Um parecer da Procuradoria Geral Eleitoral opinou pelo indeferimento do registro de candidatura do vereador eleito por Goiânia, Sandes Júnior (PP). A informação e do Jornal Opção.

O imbróglio a respeito da procedência da candidatura de Sandes foi parar na Justiça depois que do candidato Oseias Varão – eleito primeiro suplente de Sandes – resolveu impugnar o registro sob argumento de que Sandes não teria sido aprovado para a disputa em convenção partidária.

Varão considera o parecer bem estruturado por tratar com coerência sobre o relato dos fatos e aplicação do direito.

“Assim que cheguei ao partido, ainda antes da eleição, eu percebi que não havia uma chapa de vereadores para disputar a eleição. As pessoas não queriam concorrer ao lado do Sandes pois sabiam de seu peso político, bem como da real chance de ser eleito. Eu procurei o Sandes para tratar sobre esse assunto e ele me garantiu que não disputaria vaga de vereador e que queria lançar candidatura a prefeito ou vice-prefeito de Goiânia”, lembrou o vereadior

Diante do “acordo”, Oseias explicou que começou a trabalhar para montar a chapa até então inexiste. “E apesar do prazo apertado, montamos. O nome dele não foi apresentado e ela terminou aprovada”, disse.

Em seguida, Oseias explicou o processo adotado para enviar a deliberada pelos membros do partido ao Tribunal Regional Eleitoral. “Nós não enviamos o documento orignal, enviamos uma espécie de extrato digital para o TRE. No entanto, neste momento, Sandes optou por adulterar o documento de forma a inserir o seu nome e encaminhou o estrado adulterado ao TRE. O que é, inclusive, crime”, disparou.

Por esse motivo, ainda no início da campanha, Oseias resolveu impugnar a candidatura de seu adversário. “O que estamos questionando não é nem o descumprimento da palavra que ele nos deu. Estamos questionando a maneira que ele agiu e encontrou de se inserir na disputa política. Existe uma regra no jogo, uma vez descumprida pelo adversário ele não merece terminar vencedor”.