Goiás sugeriu abertura de Hospital de Campanha exclusivo para pacientes do Amazonas

Matéria do Jornal Opção:

O governo de Goiás sugeriu que o Ministério da Saúde construa um Hospital de Campanha de 300 leitos em São Paulo ou Distrito Federal exclusivamente para receber pacientes do Amazonas. O estado prevê que novos pacientes, caso sejam enviados para os hospitais goianos, podem comprometer a ocupação de leitos. A sugestão foi feita através do Conselho Nacional de Secretários de Saúde.

Neste sentido, o estado pretende abrir mais leitos para suportar a chamada segunda onda da Covid-19 que tem maior poder contaminação. Sobretudo porque a capacidade está chegando ao limite. Com alguns municípios, como Jataí, Catalão e Caldas Novas atingindo os 100% da capacidade.

Assim, uma nova leva de pacientes vindas de Manaus, que passa por uma crise humanitária, com o sistema de saúde colapsado, pode estressar a rede goiana. Goiás já recebeu 32 pacientes vindos em dois voos. Está previsto ainda a chegada de outros 18 nesta quinta-feira, 28. Todos referentes a um primeiro acordo de ajuda feita com o Ministério da Saúde para dirrimir os problemas enfrentados no Amazonas.

O governador Ronaldo Caiado (DEM) chegou a dizer na quarta-feira, 27, que o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, solicitou nova ajuda do estado para a crise de Manaus. No entanto, solicitou contrapartida para contratação de pessoal para o trabalho no Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás, que recebe a maioria dos pacientes manauaras.

Novos leitos
A intenção do governo é ampliar leitos no estado, em Goiânia e no interior. Os atuais 86 leitos da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital do Servidor serão ampliados para 102. Além disso, deve abrir mais 30 em Itumbiara, quatro em Formosa, 30 no Hospital de Doenças Tropicais, 10 em Anápolis, 11 em Senador Canedo. E no Hospital das Clínicas chegar até 150 de UTI.

Alguns deles de forma imediata, como em Rio Verde e no Hospital do Servidor, em Goiânia. Os leitos do Hospital das Clínicas devem ser abertos até o dia 20 fevereiro. Somente no HDT que ainda não há prazo certo.