Lêda Borges quer implantação de plataforma digital com conteúdo cultural gratuito

A implantação de uma plataforma digital que disponibilize conteúdo cultural gratuito é o que propõe o projeto de lei nº 4443/20, de autoria da deputada Lêda Borges (PSDB), em tramitação na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego). A proposição visa a criação de um canal que permita o acesso da população às produções culturais dos artistas locais, por meio de uma plataforma de divulgação de conteúdo. O objetivo é representar a cultura goiana e disponibilizar, gratuitamente, os acervos de cunho cultural, histórico, artístico e criativo, bem como a geração de renda para a classe cultural.

“O projeto além de contribuir para amenizar a ansiedade por conta do isolamento social, promoverá acesso gratuito e igualitário a diferentes públicos e grupos sociais, além de contribuir para a divulgação do nosso patrimônio cultural”, ressaltou a parlamentar.

Se a matéria for aprovada, o poder público estadual, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, disponibilizará, de forma gratuita, a plataforma virtual com ideias culturais produzidas no estado de Goiás. Dentre os conteúdos estarão: espetáculos e peças, concertos, apresentações de artistas locais, visitas virtuais a museus localizados no estado e aulas e palestras on-line transmitidas em tempo real.

Para compor os conteúdos da plataforma, o poder público realizará editais de convocação de projetos com produções que representem a cultura goiana, os quais poderão ser apresentados por artistas, técnicos, produtores e profissionais da cultura em geral, e caberá a regulamentação ao Poder Executivo.

A propositura de Lêda Borges está em discussão e votação na Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ) da Alego, onde foi distribuída ao deputado Karlos Cabral (PDT), para a devida relatoria.