Goinfra anuncia duplicação da GO-010 de Goiânia a Bonfinópolis

Em entrevista ao Boa Noite Goiás, comandado pelo jornalista Paulo Beringhs, o presidente da Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes (Goinfra), Pedro Sales, anunciou nesta quarta-feira, 17/02, que será iniciada, em março ou abril próximo, a obra de duplicação da rodovia GO-010, no trecho da saída de Goiânia até as proximidades de Bonfinópolis. Ele classificou o trecho como “a última das grandes radiais (de saída da capital) não duplicadas”.

Durante o programa, Pedro Sales respondeu às perguntas dos telespectadores a respeito de obras rodoviárias do Estado. E citou aquelas consideradas mais importantes e que constam do conjunto de obras que a Goinfra pretende executar neste segundo biênio da gestão Ronaldo Caiado.

Ele destacou a pavimentação da rodovia entre Crixás e Nova Crixás, cujo projeto executivo está sendo concluído para que a obra possa começar. Informou que a obra foi feita em duas etapas. A terraplanagem avançou e as obras de arte (pontes) já foram começadas. Como teve início na gestão passada, disse que a previsão de término é até o final de 2022.

Obra na pista

Outro destaque apresentado pelo presidente da Goinfra, ainda na Região do Vale do Araguaia, é a “famosa estrada do Cocalinho”, ligação da GO-164 com a ponte do Rio Peixe, trecho que faz um corredor ímpar de ligação de Goiás com o Mato Grosso e importante para a pecuária goiana. “Tivemos o projeto da obra contratado e doado à Goinfra pelo Fundo da Pecuária (Fundepec)” contou.

Acrescentou que a empresa Ona está nesse momento lá no trecho, fazendo o projeto executivo. Estimou que vai demorar cerca de 100 dias para a conclusão do projeto e mais 60 dias para a licitação. “E aí, obra na pista”, afirmou. Outros projetos importantes, segudo Pedro Sales, são: a duplicação da rodovia entre Bela Vista e Cristianópolis, a entrada de Catalão, e avenida Modesto de Carvalho, em Itumbiara. “Temos uma série de obras importante”, ressaltou

Montes Claros a Diorama

A respeito da obra de pavimentação da rodovia entre Montes Claros e Diorama, disse que é uma obra antiga, com ordem de serviço. Mas a empresa contratada quebrou com a crise. Foi necessário, então, substituí-la; e todo o processo burocrático demora. “Eu, inclusive, estarei com o representante da empresa que assumiu esse trecho amanhã, ela é prioridade número 1 do governador, região importante para setor produtivo de grãos; é uma obra para este primeiro semestre do ano, sem dúvida nenhuma”, disse.

Indagado sobre a duplicação GO-490 entre Morrinhos e Caldas Novas, respondeu que ela tinha um problema no Tribunal de Contas do Estado. O TCE definiu a interrupção e relicitação. “É mais uma obra que a gente conta com o apoio do Fundo da Pecuária para a conclusão do projeto executido”, afirmou. Lembrou que a pretensão é retomá-la também neste biênio final (da gestão estadual).

Pedro Sales falou ainda a respeito de outras obras rodoviárias, as fontes de financiamento da Goinfra, a preocupação com a qualidade dos serviços executados, o aplicativo da Agência para se aproximar do cidadão goiano, entre outros temas.