Coinfra/Fieg e secretário Bittencourt debatem ações de infraestrutura em Goiânia

O Conselho Temático de Infraestrutura (Coinfra) da Fieg, liderado pelo empresário Célio Eustáquio de Moura, reuniu conselheiros do colegiado, nesta quinta-feira (11/03), para dialogar com o secretário municipal de Infraestrutura Urbana, Luiz Bittencourt, sobre o andamento das principais obras de Goiânia. Na webconferência, foi anunciada a inauguração das obras da Praça do Trabalhador até o final de maio e a liberação do viaduto da Enel, em junho.

“É uma meta da gestão, considerando que a área da Feira Hippie é um espaço de trabalho, lazer e de integração de Goiânia”, analisou Bittencourt. Sobre o viaduto da Enel, o gestor explicou que a falta de aço atrasou a entrega das vigas encomendadas para a obra. “Estamos superando todas as dificuldades para inauguração em breve”.

De acordo com o secretário municipal, a orientação do prefeito Rogério Cruz é de terminar todas as obras herdadas da gestão anterior. “Somente depois de finalizar essas ações, vamos empreender uma nova fase de obras na cidade”, afirmou.

Segundo Luiz Bittencourt, o conjunto de obras prioritárias para a administração inclui também o BRT, o viaduto da Jamel Cecílio e a Avenida Leste Oeste, além de ações de pavimentação e recapeamento asfáltico e a finalização de oito CMEIs. “São obras que geram grandes transtornos, mas depois de concluídas trazem enormes benefícios para a sociedade”.

O gestor explicou aos conselheiros do Coinfra que, no caso do BRT, são enfrentados entraves burocráticos em alguns trechos da cidade e que a expectativa é inaugurar o Trecho 1 do projeto no início de 2022. No caso das marginais Botafogo e Cascavel, Bittencourt afirmou que os eixos viários serão prioridade, com continuidade das obras na atual gestão municipal.

O presidente do Coinfra, Célio Eustáquio de Moura, elogiou o posicionamento da Prefeitura de Goiânia de priorizar a finalização das obras iniciadas na gestão anterior, antes de dar início a um novo ciclo de projetos. Para ele, a decisão demonstra responsabilidade com o erário público e a sociedade, mas que é preciso acelerar a superação dos entraves jurídicos e de cronograma de algumas obras que têm enorme impacto econômico na capital.

No encontro, que contou com a participação do secretário municipal de Mobilidade, Pedro Chaves, dos presidentes de sindicatos Nicolas Lima (Sindmóveis) e Cézar Mortari (Sinduscon Goiás) e do presidente da CIC, Sarkis Nabi Curi, também foi apresentado balanço da atual gestão do CREA Goiás, presidido pelo engenheiro Lamartine Moreira Júnior.