Depois das bombas de O Popular, PMDB já articula renúncia de Samuel do comando do partido

A matéria desta sexta-feira de O Popular sobre o envolvimento de Samuel Belchior na Operação Miquéias pode ser a gota d’água para a articulação de movimento para forçar a renúncia do deputado da presidência do PMDB.

Durante toda a manhã, peemedebistas trocaram telefonemas nervosos tratando do assunto.

O entendimento é de que o partido não pode ficar sangrando.

Uma das alternativas é Samuel pedir licença do cargo e depois renunciar, quando o caso estiver mais frio.