Fabiana diz que PMDB não agiu com o devido rigor no caso Samuel e cometeu uma sucessão erros nesta crise

Em O Popular, jornalista Fabiana Pulcineli escreve que o PMDB não agiu com o devido rigor no caso do envolvimento do presidente regional, deputado Samuel Belchior, nas denúncias da Operação Miqueias, da Polícia Federal, e divide com ele os desgastes do caso, justamente em um momento importante de preparação para 2014. “Em uma sucessão de erros, Samuel e o PMDB não souberam lidar com a crise, ampliando seus efeitos e abalando a imagem da sigla.”

Texto pontua que não são insignificantes os trechos dos diálogos, que aparecem no resumo do inquérito, em que Samuel chama Luciene Hoepers, presa na operação, de “chefa”, diz estar “trabalhando bonito” para ela e dá conselhos sobre como atrair políticos. “Mesmo abalado emocionalmente ou “com problemas familiares”, como disse o ex-governador Iris Rezende, Samuel erra em não se defender. Não pode achar que o assunto será esquecido se ficar quieto. Não será, até porque foi destaque no final de semana em revistas e jornais nacionais.”