Popular diz que houve 100% de paralisação dos serviços da Polícia Civil e não dá versão da SSP

O Popular relata que, com a paralisação de 24 horas de 100% dos serviços prestados pela Polícia Civil, as principais delegacias de Goiânia ficaram vazias ontem. Na porta do complexo de delegacias especializadas, no Setor Cidade Jardim, “agentes e escrivães barravam a entrada e orientavam as poucas vítimas que apareceram na tentativa de registrar boletim de ocorrência.”

Mas a Secretaria de Segurança Púbica diz outra coisa e o Pop não divulga..

Veja nota:

A Secretaria da Segurança Pública de Goiás informa que os serviços do Instituto Médico-Legal transcorreram dentro da normalidade nesta quinta-feira (7/11).

Durante todo o dia, três corpos foram liberados.

Também nas delegacias da Polícia Civil os flagrantes foram registrados.

A SSPGO aproveita para esclarecer à população que continua aberta ao diálogo com os profissionais em greve e que as ocorrências podem ser feitas pela internet, no endereço www.policiacivil.go.gov.br, e nas agências do Vapt-Vupt.