Eliton manda recado duro a Friboi: “Não se governa o Estado com berrante. Goiás evoluiu”

Diário da Manhã deu destaque à declaração do governador em exercício José Eliton, durante a posse dos novos secretários.

Em manchete de página, com chamada na capa, o jornal traz o título “Não se governa o Estado com berrante”.

Veja a matéria assinada por Helton Lenine:

“Não se governa o Estado com berrante”
Segundo o governador em exercício, essa é a resposta aos que preferem atacar o governo e não “conseguem enxergar” o trabalho desenvolvido para o bem de Goiás

DIÁRIO DA MANHÃ
HELTON LENINE
Mesmo ao se dizer “alegre” com o “fim do ciclo de 2013” do governo estadual, o governador em exercício, José Eliton (PP), não deixou de responder aos opositores e destacar o trabalho do governador Marconi Perillo (PSDB) durante a posse dos novos auxiliares do governo, em solenidade no Auditório Mauro Borges na manhã de ontem. “Ainda que alguns não queiram enxergar, o governador Marconi, com a coragem de sempre, tem feito uma reforma profunda no Estado.” A declaração de José Eliton deixou clara a posição do governador em exercício sobre quem, segundo ele, faz “críticas vazias”.

“Outros pensam que o Estado de Goiás ainda é do tempo que se toca berrante para chamar a boiada.” A frase, aplaudida pelos aliados do governo, soou como resposta aos pré-candidatos a governador José Batista Júnior (PMDB), o Júnior Friboi, e Vanderlan Cardoso (PSB).

Ao afirmar que o governador Marconi Perillo (PSBD) não tem “medido esforços” para “dar eficiência à máquina pública”, José Eliton sustentou que falta conhecimento a quem ataca o governo para falar, principalmente sobre economia. “Alguns, sem conhecer a estrutura do Estado, às vezes fazem referências às questões econômicas.”

O governador em exercício apresentou dados dos encargos da dívida pública, que, segundo ele, foram pagos mais de R$ 10 milhões, o que manteria a relação dívida-receita do Estado em situação “linear”, com possibilidade e condições de investimentos ao atual e aos próximos governos. Para José Eliton, ataques baseados em “questões econômicas” não têm fundamento. “É por isso que essas críticas vazias não ecoam na comunidade, na sociedade”, rebateu em discurso.

De acordo com ele, quem diz que o Estado vive um “desgoverno”, está “quebrado, parado ou sem solução”, não percebe o trabalho do governo em colocar no plano de ações a diminuição das desigualdades entre as regiões de Goiás para garantir o avanço e o desenvolvimento econômico. “Hoje Goiás é um Estado forte e promissor. Um Estado que orgulha os goianos por sua inovação, pela sua capacidade de crescimento”, destacou José Eliton.

O discurso foi feito durante solenidade de posse dos novos auxiliares do governo: João Balestra, à frente da nova Secretaria de Infraestrutura, Cidades e Assuntos Metropolitanos; Danilo de Freitas (ex-Secretaria de Infraestrutura), que assume a presidência da Agência Goiana de Desenvolvimento Regional (AGDR); procurador João Furtado, que comandará o Departamento Estadual de Trânsito de Goiás (Detran-GO).

José Eliton, que assumiu, interinamente, o comando do governo, no último dia 3, disse que o governo iniciou o ano com a mesma coragem de sempre. “Estamos fazendo uma reforma profunda, ainda que alguns não queiram enxergar. Uma reforma que demonstra a vontade do governo em dar eficiência para a máquina pública”, destacou, ao falar sobre os resultados e conquistas do último ano e reforçar que é preciso inovar. “É preciso mexer, avançar, construir novas perspectivas. A sociedade é dinâmica e o governo também precisa ser”, observou José Eliton, ressaltando a visão de futuro e inovação do governador Marconi que, segundo ele “marca história em Goiás pela sua determinação”.

José Eliton lembrou na oportunidade que “alguns, sem reconhecer a estrutura do Estado, fazem referências a questões econômicas”. Segundo ele, neste mandato já foram pagos mais de R$ 10 bilhões de encargos de dívida e a relação dívida x receita permanece linear. O governador em exercício finalizou seu discurso parabenizando as novas funções dos auxiliares e dizendo para cada um deles o que é preciso para dar continuidade ao bom desenvolvimento de Goiás.

João Furtado Neto, agora presidente do Detran, disse estar preparado. “Estamos prontos para assumir as novas responsabilidades em prol de um bom governo.” Furtado também falou sobre as iniciativas que já tem em mente para a pasta. “O Detran, mesmo sendo um órgão da estrutura básica, precisa de mudanças, de atualizações e estamos prontos para esse desafio” concluiu.

O ex-secretário de Infraestrutura, agora presidente da AGDR, Danilo de Freitas fez um balanço dos seus 18 meses no comando da pasta, agradeceu ao governador e ao vice pela confiança dos cargos e disse estar pronto para comandar esta tão importante agência que “faz com que todas as regiões de Goiás cresçam por igual”. Emocionado, João Balestra agradeceu aos colaboradores da extinta Secretaria de Cidades e pediu empenho aos novos colegas de trabalho.

A solenidade aconteceu no Auditório Mauro Borges, no Palácio Pedro Ludovico Teixeira e contou com a presença de diversas autoridades como o deputado federal Roberto Balestra, deputados estaduais, secretários, entre outros.