Conselho de Arquitetura entrará na Justiça contra alterações no Plano Diretor

Reportagem publicada no site da CBN Goiânia

O Conselho de Arquitetura e Urbanismo de Goiás (CAU-GO) vai entrar com uma ação na Justiça para tentar impedir, ou pelo menos dificultar a sanção do projeto que altera o Plano Diretor de Goiânia. A proposta foi aprovada na quinta-feira (25) na Câmara Municipal por 24 votos a 7 e agora segue para apreciação do prefeito, Paulo Garcia.

O presidente do conselho, John Mivaldo, considera estranha a forma como o projeto foi conduzido tanto pelo Executivo como pelo poder Legislativo. Ele também avalia que a mudança no Plano Diretor foi aprovada sem a participação da sociedade. Mivaldo afirma que foram atendidos os interesses da iniciativa privada.

“Houve uma proposta encaminhada do Executivo para o Legislativo, que sequer foi discutida pelo corpo técnico da Prefeitura. De uma certa forma, é uma imposição do capital imobiliário. Todo esse contexto irá ser abordado em uma petição que estamos preparando, o que talvez possa fazer o prefeito recuar”, afirma o presidente do CAU.

Se sancionado, o projeto que prevê mudanças no Plano Diretor irá permitir a legalização e a construção de indústrias em ruas próximas das rodovias, da Avenida Perimetral Norte e do Anel Viário. Também serão autorizados prédios com atividades econômicas em vias a partir de 13 metros de largura, nas áreas onde já existem muitas edificações, como por exemplo, as próximas à Avenida 85.