“Projeto” que “acaba” com horário de verão em Goiás foi factoide criado pelo deputado Luis Cesar Bueno e vendido como se fosse notícia por jornalistas de O Popular

Com algum alarde, o jornal O Popular e as redes sociais saudaram a aprovação do projeto de lei 3489/16, de autoria do deputado estadual Luis Cesar Bueno (PT), que dispõe sobre a extinção do horário de verão em Goiás. Infelizmente, tudo não passou de um factoide inventado por Luis Cesar para cavar espaço na imprensa.

Não cabe à Assembleia Legislativa deliberar sobre a vigência do horário de verão – e o deputado, que não é bobo, sabe disso. O Supremo Tribunal Federal (STF) determinou há anos que a regulamentação do tema é competência privativa da União.

Ainda que a reportagem do jornal O Popular reconheça que o “projeto” de Luis Cesar Bueno foi uma invencionice para enganar trouxas, abriu-se amplo espaço para o deputado pontificar a respeito das mazelas que o horário de verão causa às famílias goianas, como se a opinião do parlamentar importasse algo no debate. A verdade é que não importa.

E o jornal O Popular, como tem feito costumeiramente com o deputado Daniel Vilela, forçou a barra para dar publicidade às asneiras que Luis Cesar Bueno fala. Talvez por influência do jornalista Caio Henrique Salgado, que tem um histórico de proximidade com o parlamentar.