“Obra para o futuro”: assim O Popular classifica o Sistema Produtor de água Mauro Borges, que acaba de ser inaugurado por Marconi

Editorial publicado por O Popular

“Goiás deu ontem o passo derradeiro de uma caminhada longa, mas fundamental e inarredável, rumo à segurança hídrica”. É desta forma que a edição desta quarta-feira do jornal O Popular, em seu editorial, saúda a inauguração do Sistema Produtor Mauro Borges, que vai assegurar o abastecimento de água tratada para Goiânia e Aparecida até o ano de 2040.

Coube ao governador Marconi Perillo (PSDB) o papel de apertar o botão e iniciar o sistema, que agora trabalha em regime de pré-operação. “Um gesto simbólico”, como lembrou o editorial, “mas cujos reflexos em toda a região metropolitana começarão a ser percebidos desde já”.

O Mauro Borges, que leva o nome de um dos governadores que mais contribuíram para o desenvolvimento de Goiás, foi projetado para produzir 21,6 milhões de litros de água por hora. “É forçoso reconhecer o tamanho da estrutura que a área mais densamente habitada do Estado passa a contar. Trata-se, pois, de uma obra para além da nossa geração”, sentencia o jornal.