O Popular revela: Samuel Almeida, secretário de Governo de Iris, foi condenado por corrupção não uma, mas duas vezes, com penas de 7 anos e 5 anos e 5 meses de prisão

Após a divulgação da notícia de que o novo secretário de Governo da Prefeitura de Goiânia, Samuel Almeida, recebeu uma condenação em 1ª instância pela prática de crime de corrupção, O Popular investigou a fundo a ficha corrida do ex-deputado e descobriu que não são uma, mas sim duas condenações, em processos diferentes.

“Um dos principais nomes do núcleo político do Paço Municipal, o ex-deputado estadual Samuel Almeida tem a situação mais delicada: duas condenações recentes em ações penais relacionadas ao período em que presidiu a Assembleia. Em agosto, o juiz da 7ª Vara Criminal Oscar de Oliveira Sá Neto decidiu pela condenação a 7 anos de prisão no regime semiaberto e multa. No mês seguinte, foi a vez do juiz João Divino Moreira Silverio Sousa dar a sentença de 5 anos e 5 meses de prisão também no semiaberto. Nos dois casos, cabem recursos.”, revela a repórter política Fabiana Pulcineli, responsável pela matéria.

Em um processo, Samuel Almeida foi condenado por fraudar uma licitação de computadores quando foi presidente da Assembleia Legislativa. Em outro, a punição veio porque ele, no mesmo cargo, manteve uma rede de funcionários fantasmas também na Assembleia. No momento, ambos os processos estão em grau de recurso, aguardando decisão pelo Tribunal de Justiça do Estado de Goiás.