Kajuru é o primeiro a sofrer com o rolo compressor de Andrey na Câmara e desabafa: “Dia em que a democracia foi sepultada”

O vereador Jorge Kajuru foi o primeiro a ser atropelado pelo rolo compressor do presidente Andrey Azeredo na Câmara Municipal. Tudo aconteceu assim.

Kajuru vem se preparando há muito tempo para ser o representante da Câmara na CDTC, espécie de conselho que delibera sobre o transporte coletivo da Capital. O vereador tinha apoio de 18 vereadores. Tudo estava no papel, com assinaturas.

Porém, Andrey Azeredo fez valer sua prerrogativa de indicar o representante e escolheu o vereador Clécio Alves (PMDB). Kajuru disse que muita aconteceu nos bastidores. Todos sabem que a pressão do cartel do transporte coletivo é grande.

Deu no que deu. “Foi um dia em que a democracia foi enterrada, sepultada”, desabafou Kajuru em vídeo publicado no seu Facebook.